sábado, 27 de agosto de 2011

Boas atitudes alimentares dos pais previnem transtornos alimentares em crianças


por Sophie Deram - Nutricionista

Segundo reportagem da revista Veja, os distúrbios alimentares estão aumentando entre as crianças: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/disturbios-alimentares-aumentam-entre-as-criancas

O surgimento dos transtornos alimentares está ligado à estrutura familiar: os pais servem de modelo para os filhos, por isso devem ser os primeiros a dar o exemplo em casa adotando uma alimentação saudável. O comportamento dos pais tem um papel muito importante na educação dos filhos além da palavra.

É importante lembrar que a infância é o momento de formação da personalidade, quando a criança aprende a se comportar, a expressar seus sentimentos e pensamentos. Durante este aprendizado, seu comportamento alimentar também é um meio para a expressão de sentimentos e experiências. Quando a alimentação não é vista pela criança de maneira positiva, aumentam-se os riscos do desenvolvimento de um transtorno alimentar. 

Também evite comentários negativos sobre seu corpo ou peso e sim fale sobre saúde e importância de cuidar de um corpo saudável.

O que você diz (ou não diz) na frente de seus filhos é extremamente importante. Lembre-se: seus filhos ouvem tudo! A percepção que você tem sobre si mesmo afeta seus filhos também. Se você diz que você é "gorda" na frente de seu filho, está enviando mensagens negativas sobre a auto-imagem, você está se colocando para baixo e pode influenciar a percepção corporal do seu filho.

Privilegie os momentos de comer em família, em ambientes tranquilos e com atitudes alimentares e horários adequados.

2 comentários:

  1. Parabéns pelas informações muito interessantes e bem colocadas!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo comentário, Maíra.
    O texto é da Sophie, nutricionista do AMBULIM.
    Carol

    ResponderExcluir