quinta-feira, 19 de maio de 2011

Beleza real

É muito fácil sermos seduzidos por imagens. Revistas, televisão, a mídia em geral nos bombardeia com fotos e ideais de corpos magros, musculosos, pele lisa, sem rugas, como se a perfeição fosse possível e estivesse ao alcance de qualquer um.

Segundo o Instituto Dove, apenas 2% das mulheres se vêem como belas. Será o parâmetro de comparação justo? Ou real?

http://www.youtube.com/watch?v=iYhCn0jf46U&feature=related

Se ainda restasse alguma dúvida, o vídeo acima ilustra bem como qualquer programa de edição de imagens, pode transformar uma pessoa comum em uma 'top model'. Por que se deixar levar por padrões reconhecidamente falsos, fabricados por truques de computador? No final do vídeo aparece a frase: "Não é de admirar que nossa percepção de beleza está distorcida."

Não seria muito mais saudável e libertador reconhecermos e aceitarmos a diversidade de formas, tamanhos corporais, tons de pele etc. e a partir disso, cuidar da saúde e do corpo de forma equilibrada ao invés de perseguir um padrão irreal?

Este outro vídeo, serve aos pais, para orientar suas filhas principalmente, sobre a diversidade natural de formas físicas, mudanças corporais normais de cada idade, valorização de características e habilidades não somente físicas para que não se tornem mulheres escravas desta ditadura e não desenvolvam comportamentos alimentares inadequados. Vale a pena assistir e refletir.

"Converse com sua filha antes que a indústria da beleza o faça."

Nenhum comentário:

Postar um comentário