quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Por que não emagreço?

Não me canso de me deparar com a seguinte situação no consultório: a pessoa come bem - em qualidade e quantidade -, muitas vezes até está comendo bem pouco ou menos do que deveria, não come "besteiras", "faz tudo direitinho" e não emagrece!
O que acontece? 
Se colocarmos muita pressão em qualquer coisa que fazemos, aquilo não dá certo! Não vai. Simples assim. Quer arrumar um emprego e coloca muita ansiedade nisso? Não dá certo, empaca. A mesma coisa acontece com o emagrecimento: faça a sua parte, sem perfeccionismo e relaxe, desapegue do resultado, pare de se pesar, pare de falar no assunto, de esperar pelos resultados! Desfrute do processo, afinal, a felicidade está no Agora, o resultado está no futuro, esqueça dele e, quando ele chegar, será o seu Agora, o momento que você tem que aproveitar. 
Já reparou que as pessoas magras comem "despreocupadamente", sem neuras? É a maneira COMO comemos que faz a diferença, mais do que O QUE comemos. Sim! 
Quanto mais ansiedade colocamos, mais impedimos que as coisas que queremos cheguem em nossa vida.  A sua felicidade não está no corpo mais magro ou com X quilos a menos. Está em ser você mesma, plena, autêntica. Você fica desejando as consequências de estar mais magra: poder usar a roupa que quer, ir à praia etc. Mas você já é livre para fazer isso agora, curar agora, porque é um processo interno, uma "chave" interna que você tem que girar lá dentro de você. Entende? Então, a alimentação só vai te ajudar se realmente internamente você SE PERMITIR emagrecer, se você acreditar que é possível e assim, desapegar do resultado. Sem ansiedade. E com amor por você mesma.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Smoothie energético pré-treino

Este delicioso, lindo e prático smoothie pode funcionar também como um lanche pós-treino e até como uma sobremesa! Se for necessário, de acordo com orientação individualizada, pode-se adicionar proteína em pó vegetal. Os blends de ervilha e arroz e/ou quinua são ótimas opções. Ao contrário do mito que ainda ronda por aí, os vegetais oferecem todos os aminoácidos essenciais para o ganho muscular.

Aqui foram: 
  • 2 bananas congeladas picadas
  • 1 c sopa de açaí em pó (não é o congelado, com xarope de glicose, frutose!) - encontra em cerealistas
  • Leite vegetal o suficiente para bater sem perder a cremosidade - usei o de semente de girassol que tinha em casa (delicioso, nutritivo e barato) - máximo 1/2 xícara
  • Semente de chia para jogar por cima
Bater tudo no liquidificador. 

É possível incrementar o teor proteico com semente de linhaça, flocos de quinua etc. e de quebra, agregar mais vitaminas e minerais. 

Neste smoothie já tem um bom teor de carboidratos e proteínas (chia e açaí também contêm um pouco, lembre-se de que o que conta é o somatório de ingerimos num dia, não adianta tomar uma dose imensa de proteína de uma vez que o organismo não produzirá mais massa por causa disso e o excesso pode se transformar em gordura), gordura boa ômega 3 e minerais para metabolismo funcionar bem! 

Delícia saudável e livre de sofrimento animal. Porque não precisamos disso para nos alimentar bem e ter saúde! ;-)

segunda-feira, 16 de novembro de 2015


Bolo vegano de laranja

Este bolo fica uma delícia e bem fofinho!

Ingredientes:
- 2 xícaras de farinha de trigo (ou de arroz, que não tem glúten)
- 1 xícara de açúcar demerara
- 250 ml de suco natural de laranjas
- raspas de 1 laranja
- 4 colheres de sopa de óleo vegetal (o de coco é uma ótima opção, mas deixa sabor bem marcante, ainda não temos no Brasil sem sabor, que seria ótimo)
- 1 colher de sopa de fermento em pó

Preparo:
Misture tudo muito bem, por último o fermento e leve para assar em forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos. Unte a forma com óleo vegetal e farinha.

Bom apetite! ;-)

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Se eu tirar as carnes do cardápio, de onde posso obter o ferro?

Muita gente me questiona se é viável uma alimentação sem nenhum tipo de carne, ou seja, sem comer animal algum. Isso porque existe um mito de que só conseguimos o ferro por meio das carnes vermelhas principalmente e que, se não as consumirmos, vamos ficar fracos, abatidos e com anemia. Mas isso não é verdade se forem ingeridos alimentos vegetais fontes de ferro e se for otimizada sua absorção. 

O ferro pode ser encontrado em vários alimentos do reino vegetal, como: 

- leguminosas: feijões de todos os tipos, lentilha, grão de bico, soja (também tofu)
- folhas verde-escuro: agrião, couve-manteiga, brócolis, espinafre, almeirão etc. 
- oleaginosas: castanhas do Brasil, de caju, amêndoas, nozes, amendoim, avelã etc.
- sementes de abóbora, de gergelim e de linhaça
- melado de cana
- cereais integrais: arroz, amaranto, quinua, aveia
- frutas secas como uvas passas e damasco


Para melhorar a biodisponibilidade e absorção do ferro dos vegetais, alguns cuidados são importantes:

- Coma alimentos fontes de vitamina C - frutas cítricas como abacaxi, limão, kiwi, goiaba, acerola, maracujá etc. - na mesma refeição que os alimentos ricos em ferro, pois ela melhora a absorção deste mineral.

- Deixe os feijões, as sementes e os cereais de molho na água por cerca de 8 horas a 12 horas e troque a água antes de cozinhar. Isso reduz o teor de ácido fítico, que atrapalha a absorção de ferro, zinco e cálcio.

- Não consuma alimentos como café, laticínios numa mesma refeição que contenha alimentos ricos em ferro, pois eles contêm componentes que atrapalham a absorção.

- Cuide do intestino comendo fibras (verduras, legumes, cereais integrais, frutas com casca) ou tomando probióticos se necessário e indicado por um profissional de saúde. Com uma microbiota saudável a absorção de nutrientes, entre eles o ferro, é otimizada.